Rio: Decisão de liberar torcida nos estádios será revogada

 


O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou na manhã desta quarta-feira (13) que a decisão de liberar a torcida nos estádios será revogada. Através das redes sociais, Paes disse que a medida está correta tecnicamente, de acordo com a secretaria de Saúde, mas que é quase impossível de ser fiscalizada.

O prefeito comunicou o recuo horas após a publicação de uma resolução conjunta em que a prefeitura e o governo do Rio liberavam as torcidas de acordo com o nível de contágio nós bairros onde estão os estádios.

Segundo o decreto que foi publicado, a volta dos torcedores estava condicionada à situação dos bairros onde estão os estádios. Se o local estivesse com risco moderado, as arquibancadas poderiam receber 20% da capacidade. Se o risco estivesse alto, somente 10%; se fosse risco muito alto, o público não poderia entrar.

O Maracanã, onde está localizado o principal estádio da capital, faz parte da lista de alto risco de contágio do novo coronavírus.

A final da Copa Libertadores está marcada para o Maracanã, no dia 30 deste mês. O Palmeiras garantiu classificação. O outro finalista sairá do duelo entre Santos e Boca.

Esse não é o primeiro recuo da gestão de Eduardo Paes sobre a liberação de atividades na cidade em meio ao aumento de casos da Covid-19. Na semana passada, a prefeitura havia decidido reabrir as áreas de lazer na orla aos domingos e feriados e também permitir o estacionamento nas praias aos fins de semana.

Postagem Anterior Próxima Postagem