Por que tanta gente está agindo como se a Pandemia não existisse?

 



A MORTE DA EMPATIA E O IMPÉRIO DA INDIFERENÇA!!!

A empatia sozinha, pode não resolver todos os problemas que vem acontecendo no Brasil e no mundo por causa da PANDEMIA da COVID-19, mas andar com os sapatos alheios se colocando no lugar do outro é fundamental em razão do momento em que vivemos, afinal de contas, se as feridas do teu próximo não lhe causam dor, a sua doença é pior do que a dele.

 

Até o dia 05 de Janeiro, havia 197.732 mil mortes no Brasil, com mais de 7.810.400 milhões de casos confirmados, sendo que no mundo até o momento já são mais de 1.874.732 milhões de óbitos e 86.704.216 milhões de infectados.


 

Mas, parece que para uma grande parte de Brasileiros “tanto faz”, ou seja, continuam levando suas vidas naturalmente, como se a PANDEMIA não estivesse acontecendo, onde milhares de pessoas, através de um Comportamento “insano e criminoso”, participam de BAILES FUNKS, se aglomeram em Bares e em Praias lotadas, sem qualquer tipo de distanciamento, fora aqueles que na semana do Natal em São Paulo, não se incomodaram em se infiltrar num verdadeiro “mar de aglomeração”, com o argumento de estarem fazendo compras de Natal, comprovando com isso, que não tem o mínimo de respeito ao próximo, bem como também com seus familiares.


No feriado de Natal e Ano Ano, muitos Brasileiros ousaram “mostrar a cara”, sem proteção alguma contra o CORONAVÍRUS, num verdadeiro ato de desrespeito para com o próximo, aumentando com isso o número de famílias e amigos que sofrem com a perda de pessoas queridas que não puderam se despedir, tornando em uma inglória a luta constante dos “profissionais de saúde”, que põem a vida em risco, enfrentam jornadas extenuantes, muitas vezes em condições dificílimas, para atender a doentes que exigem tratamento por horas e dias.



Acho, que estes Brasileiros que não estão nem ai com seus familiares e amigos, caso se contaminarem com o CORONAVÍRUS e precisar ser internados em um Hospital, deveriam  “Assinar um Termo”,  abrindo mão do uso de RESPIRADOR, deixando os mesmos para as pessoas que realmente tem “Amor a vida e ao Próximo”.

 

Um verdadeiro desrespeito das recomendações para “usar máscara e evitar aglomerações”, onde muitos Brasileiros ousam achar que são imortais e inatingíveis de se contaminarem pelo CORONAVÍRUS, num verdadeiro desrespeito a quem vem respeitando as “normas” impostas em decorrência da  PANDEMIA da COVID-19,  ou seja, de quem realmente tem “Amor ao Próximo” e respeito pelos seus amigos e familiares.


É muito difícil dizer se sairemos melhores após a pandemia, porém se após ler essa matéria você ligar ou conversar com alguém que precisa, mostrando que entende o que a pessoa está sentindo e que se preocupa com ela, já terá válido o tempo que aqui dediquei para tentar me conectar a você, escrevendo este texto, pois já passou da hora, de deixamos de sermos egoístas e pensarmos no outro também, para que assim, possamos ser melhores como seres humanos.


NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DE NINGUÉM, MAS EXISTE UMA COISA QUE SE CHAMA RESPEITO AO PRÓXIMO!!!




أحدث أقدم