Pesquisa detecta nova variante do coronavírus em 91% dos casos no Amazonas

 


A nova variante P.1 do coronavírus SARS-CoV-2 foi encontrada por pesquisadores em 91% das amostras que tiveram seu código genético sequenciado em janeiro no estado do Amazonas. A constatação consolida a variante como a dominante no estado, o que pode ser uma das razões para o aumento de casos de covid-19.

Segundo nota técnica publicada pelo grupo da Fiocruz Amazônia em parceria com a FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) do estado do Amazonas, o percentual de 91% representa “um aumento substancial” na circulação da variante, que foi identificada pela 1ª vez em uma amostra coletada em 4 de dezembro e estava em 51% das amostras analisadas no mês.

Foram sequenciados até o momento 24 genomas coletados em novembro, e em nenhum deles foi encontrada a presença da nova variante. Em dezembro, a P.1 estava em 51% das 55 amostras, e, até 13 de janeiro, em 91% dos 35 genomas sequenciados.

O surgimento de novas linhagens virais é um processo esperado, já que faz parte da natureza dos vírus sofrer mutações conforme se multiplicam ao longo do tempo.

 

Postagem Anterior Próxima Postagem