PT deve apoiar 'golpistas' para comandar Câmara

 


Espaço

Após duas eleições para o comando do Congresso prometendo “não votar em golpista”, o PT aceita agora apoiar nomes que defenderam o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016.

*  “Temos que recompor nossas posições”, diz Carlos Zarattini (SP). O objetivo é ocupar espaços na Mesa e em comissões.

Oposição com Lira

O líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), é o candidato do governo para presidir a Câmara, o que afasta os partidos de esquerda da sua candidatura, mas uma aliança com ele não está completamente descartada. Ele será recebido pelas bancadas e é defendido como alternativa por alguns, mas grande parte da oposição.

* Há cinco nomes querendo a vaga: os presidentes do MDB, Baleia Rossi (SP), do Republicanos, Marcos Pereira (SP), e do PSL, Luciano Bivar (PE), além dos deputados Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e Elmar Nascimento (DEM-BA).

Sem voos

Se o governador Gladson Cameli não tomar providencias com relação aos sérios problemas identificados nos aeródromos de Thaumaturgo e Porto Walter, a população dos dois de cancelamento municípios vai ficar sem tráfego aéreo. O alerta é da Anac que já iniciou o processo de interdição das pistas.

* A deputada Perpetua Almeida (PCdoB-AC) esteve na Anac e vai propor um termo de ajustamento de conduta na tentativa de evitar o pior.

Reeleição para o Congresso


No cenário provável de o STF autorizar a reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado, haverá questões em aberto sobre como se viabilizaria a possível recondução de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. Defensores da dupla dizem que não seria necessário fazer mais nada, apenas convocar a eleição.

* Já parlamentares que se opõem à tese ou fazem parte do centrão vêem necessidade de alterar pelo menos o regimento da Câmara dos Deputados, que veda explicitamente a possibilidade.

Esquentou no Acre

A confusão só aumenta nos bastidores da política acreana. Depois da trairagem geral nas eleições municipais, o MDB de Flaviano Melo diz que não confia mais no governador Gladson Camelí e no senador Sérgio Petecão.

* Na política, nada como um cafezinho no final da tarde.

Dominando o Nordeste

O Progressistas foi o partido que mais se fortaleceu nas eleições municipais no Nordeste. Comandado pelo senador Ciro Nogueira (PI), a legenda praticamente dobrou de tamanho considerando a população sob sua gestão. Com isso, o partido saiu de sétimo lugar para a liderança no ranking municipal, posto que estava com o PDT, agora na terceira posição.

* Na outra ponta, PSDB amargou o maior prejuízo na região.

Devolução

O governo federal deve pedir ainda neste mês, por meio de mensagens de celular, que 2,6 milhões de pessoas que receberam auxílio emergencial sem ter direito ao benefício devolvam o dinheiro aos cofres públicos.

* A pasta estima que o governo poderia reaver R$ 1,57 bilhão se cada um desses beneficiários acionados devolvesse, ao menos, uma parcela de R$ 600.

Frase

“É uma vergonha esse acordo de parte do STF com parte do Congresso Nacional para permitir a reeleição dos presidentes do Senado e da Câmara. Não é correto e não é coisa de país sério. A Constituição é clara no seu art. 57, parágrafo quarto, proibindo. Não há margem para discussão. Uma vergonha! Meu voto é contra” – do senador Antônio Reguffe (Podemos – DF)

 

Postagem Anterior Próxima Postagem