Empresas ainda não procuraram Anvisa para oficializar uso emergencial da vacina contra Covid-19

 


Três dias depois de oficializar a possibilidade do uso emergencial de uma vacina contra a covid-19, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária  (Anvisa )  estabeleceu prazo de até 10 dias para avaliar todos os pedidos que receber.


Até o momento, nenhuma empresa desenvolvedora de imunizantes contra o novo coronavírus procurou o órgão para obter o aval. Próximo da marca de sete milhões de infecções, o Brasil assiste a outros países começarem a vacinação por meio desse mecanismo.


Uma vez que todos os documentos necessários tenham sido submetidos à Agência pelos fabricantes da vacina, a Anvisa estima que o prazo de 10 dias seja adequado para concluir a avaliação quanto à autorização de uso emergencial, desde que sejam vacinas das empresas que venham apresentando dados para a Agência e possuam ensaios clínicos em andamento no Brasil”, diz nota da Anvisa, que destacou a palavra “todos” com maiúsculas.

Postagem Anterior Próxima Postagem