Bolsonaro demite ministro do Turismo


 

O presidente Jair Bolsonaro demitiu, nesta quarta-feira (9), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. O presidente da Embratur, Gilson Machado, é o nome mais cotado para assumir interinamente o cargo.

O presidente estuda oferecer o ministério a partidos do chamado Centrão em troca de apoio a Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo Planalto, na disputa pela presidência da Câmara.

Bolsonaro teria ficado irritado com mensagem que Álvaro mandou no grupo de ministros atacando Luiz Eduardo Ramos, chefe da Secretaria de Governo. Na mensagem, Álvaro Antônio acusou Ramos de conspirar junto a Bolsonaro para tirá-lo do cargo por conta das negociações com líderes do Centrão.

No texto, Álvaro Antônio diz que Ramos é "traíra" e chegou a "pedir sua cabeça".

"Pede minha cabeça pra suprir sua própria deficiência", acusa o ministro do Turismo.

No fim de outubro, o clima esquentou entre os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de Governo. Salles escreveu uma mensagem no Twitter pedindo que Ramos deixe de lado a postura de “Maria Fofoca”.

Postagem Anterior Próxima Postagem