Barroso dá 48 horas para governo explicar como vai concluir implementação de bloqueios sanitários contra covid-19 em terras indígenas



O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 48 horas para que o governo apresente informações sobre a implementação de barreiras sanitárias contra a covid-19 nas terras indígenas Alto do Rio Negro, Enawenê Nawê e Vale do Javari, na Amazônia.

Partiu dele, em julho, a ordem para o governo federal adotar medidas de contenção ao contágio e a mortandade pelo novo coronavírus entre a população indígena. No entanto, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) sustenta que a decisão não foi integralmente cumprida.

Segundo dados levantados pela associação, mais de 40 mil casos de covid-19 foram confirmados entre indígenas, com 881 mortes. 

Postagem Anterior Próxima Postagem