Serra vira réu acusado de caixa 2, corrupção e lavagem de dinheiro

 


Faltando um dia para a prescrição do processo, o senador José Serra (PSDB-SP) virou réu na Justiça Eleitoral de São Paulo, nesta quarta (4), acusado de receber R$ 5 milhões em caixa dois na campanha de 2014.


O tucano responderá na Justiça sob acusação de falsidade ideológica eleitoral, corrupção e lavagem de dinheiro. O juiz eleitoral Marco Antonio Martin Vargas recebeu denúncia do Ministério Público Eleitoral de São Paulo horas depois de o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolver o caso para a primeira instância.

Postagem Anterior Próxima Postagem