PF mira organizações criminosas no Acre e Rondônia


 

A Polícia Federal deflagra nesta quarta-feira 04, a operação Terminus com o objetivo de desarticular financeiramente uma organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas interestadual.

 

A ação conta com cerca de sessenta Policiais Federais dos estados do Acre e Rondônia, que cumprem sete ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar e cinco mandados de prisão preventiva de integrantes de organização criminosa que alicia motoristas de caminhões na região de Rondônia para o transporte de drogas com destino à região Nordeste do país, principalmente ao Estado do Rio Grande do Norte.

 

O grupo criminoso teria sido responsável pelo carregamento de 160 quilos de cocaína e skank (droga similar à maconha, mas com maior potência) apreendido em um caminhão do tipo bi-trem em agosto deste ano, quando também foi preso em flagrante um de seus operadores logísticos. 

 

A investigação policial também revelou que a organização criminosa utilizava empresas em nome de interpostas pessoas, bem como uma fazenda com centenas de cabeças de gado, para lavagem de capitais, buscando, assim, dar aparência lícita ao dinheiro oriundo do tráfico de drogas. 

 

A operação busca também apreender, bloquear e sequestrar bens da organização criminosa, incluindo diversos veículos, dentre os quais um automóvel blindado, além de tratores, caminhões, máquinas pesadas, uma fazenda, centenas de cabeças de gado e outros ativos financeiros, que somam montante de aproximadamente dois milhões de reais.

 

O enfoque patrimonial decorre das diretrizes nacionais da Polícia Federal no enfrentamento criminalidade organizada e ao tráfico de drogas, com o objetivo de descapitalizar as organizações criminosas, retirando delas todo o patrimônio, bens e valores acumulados com o lucro das atividades ilícitas, desarticulando-as financeiramente e frustrando sua reestruturação.

Postagem Anterior Próxima Postagem