Jovem de 25 anos tinha plano para matar Jair Bolsonaro; conclui a PF


 Uma investigação da Polícia Federal (PF) concluiu, nesta quinta-feira 12, que um suspeito de 25 anos tinha intenção de matar o presidente Jair Bolsonaro durante uma visita ao município de Três Corações (MG), em novembro do ano passado.

O caso era investigado desde dezembro de 2019, quando o suspeito Pedro Venicio Souza Rodrigues Ferreira foi preso após publicar vídeos em redes sociais nos quais aparecia anunciando um suposto plano para atacar Bolsonaro durante visita à cidade.

Em um dos vídeos, ele afiava o cabo de uma escova de dente para transformá-la em estoque, instrumento perfuro-contundente não identificável por detectores de metais.


Durante a operação, dois mandados judiciais de busca e apreensão foram cumpridos em duas cidades mineiras, Três Corações e Alfenas. Na época, o suspeito foi conduzido à delegacia. A Polícia Federal afirmou nesta quinta que ele não está preso.

Rodrigues Ferreira trabalhava como terceirizado na ESA (Escola de Sargentos das Armas), localizada em Três Corações (MG), onde Bolsonaro esteve em visita oficial no dia 29 de novembro para uma solenidade de formatura do Curso de Sargentos.

A PF usou a Lei de Segurança Nacional para indicar o suspeito pelo crime de atentado contra a liberdade pessoal do presidente, previsto no artigo 28. A conclusão do inquérito de mais de 30 páginas foi encaminhada para a Justiça Federal e para o Ministério Público Federal que deve decidir se apresenta denúncia.

A pena pode chegar a até 12 anos de prisão, se condenado. Segundo a PF, Pedro não tem antecedentes criminais.

O suspeito foi procurado pelo portal G1, não quis comentar o caso e afirmou que busca um advogado. Apesar de não ter sido preso na época, recebeu uma medida cautelar que impede a saída de Três Corações sem autorização e o contato. Fonte: Yahoo Notícias
Postagem Anterior Próxima Postagem