Jorge Viana perdeu a oportunidade de ficar calado

 


Por Edinei Muniz


Pobre Jorge! Tá precisando de um cursinho de 40 horas com noções básicas sobre como fazer oposição sem desperdiçar o potencial que ainda lhe resta.

 

Perdeu a oportunidade de ficar calado. Por respeito, dispenso maiores comentários.

 

Não! Não! Mudei de idéia, farei alguns!

 

Vem cá, como é que pode um sujeito que passou a vida inteira sendo votado me aparecer numa eleição insinuando voto nulo só pq, segundo ele, nenhum dos dois lhe inspira confiança?

 

E com um agravante: Jorge participou do pleito em questão.

 

Vi poucas vezes, é fato, mas o vi andando de kombi por aí, meio cabisbaixo, meio borocoxô, tipo pinto com gôgo.

 

E olhem que nem precisavam de uma kombi. Para o tamanho da turma, um fusquinha já era o bastante. E ainda sobraria uma vaga no banco traseiro.

 

Data venia, Jorge Viana! Onde já se viu um político sugerir a "não opção"? Por acaso a realidade à frente inexiste?

 

Olhem só, a palavra é CONFIANÇA. A mesma que o povo não encontrou nele em 2018.

 

Pelo jeito o casamento do velho manda-chuva do Acre com a "arrogância" foi mesmo na alegria e na tristeza e até que a morte os separe.

 

Será que o Jorge Viana ainda está com "gôgo eleitoral"?

 

Se sim, tomara que se cure logo! Não fico feliz quando vejo potenciais se perderem.

Postagem Anterior Próxima Postagem