Perpétua Almeida quer explicações sobre repasses ao Programa Pátria Voluntária

 


A deputada federal Perpétua Almeida, líder da bancada do PCdoB, protocolou nesta quinta-feira 01, pedido de informações ao ministro da Casa Civil da Presidência da República, Braga Neto, e uma representação ao Ministério Público Federal (MPF) junto ao Tribunal de Contas da União (TCU).


O pedido de informações à Casa Civil e a representação junto ao TCU se referem à destinação de recursos arrecadados junto à iniciativa privada para a aquisição de testes da Covid-19 que foram repassados ao  Programa Pátria Voluntária, gerido pela primeira-dama Michelle Bolsonaro.


“Os valores arrecadados envolvem recursos da ordem de R$ 7,5 milhões, doados pelo Frogorífico Margrig ao Ministério da Saúde, para a aquisição de testes rápidos de Covid-19 para a população, mas foram parar no caixa do programa federal. Queremos informação e investigação sobre o fato” – diz a deputada Perpétua Almeida.

 


Postagem Anterior Próxima Postagem