Barroso determina afastamento do senador Chico Rodrigues por 90 dias

 


Foto: Agência Senado


O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quinta-feira (14), o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM), flagrado com dinheiro entre as nádegas durante uma operação da Polícia Federal. De acordo com a decisão do magistrado, o afastamento deve ser, inicialmente, por 90 dias, mas pode ser prorrogado. Por determinação de Barroso, Chico Rodrigues também está impedido de manter contato com os demais investigados.


O despacho do magistrado será enviado ao Senado, que pode manter ou rever a decisão. Barroso afirma que existe gravidade no fato e que o afastamento é necessário para que o caso seja investigado. “A gravidade concreta dos delitos investigados também indica a necessidade de garantia da ordem pública: o Senador estaria se valendo de sua função parlamentar para desviar dinheiro destinado ao enfrentamento da maior pandemia dos últimos 100 anos, num momento de severa escassez de recursos públicos e em que o país já conta com mais de 150 mil mortos em decorrência da doença”, escreveu o magistrado.


Apesar de ressaltar a relevância dos fatos, o ministro negou a prisão do parlamentar e que ele use tornozeleira eletrônica. Cabe ao Senado autorizar o afastamento do senador. Fonte: Correio Braziliense

 

Postagem Anterior Próxima Postagem