STJ mantém afastamento de Witzel do cargo


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) formou maioria nesta quarta-feira, 2 para manter o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). 
Os ministros da Corte Especial votaram pela manutenção da decisão do ministro Benedito Gonçalves, que em um despacho individual da última sexta-feira (28) determinou o afastamento após pedido da PGR Procuradoria-Geral da República (PGR) por 180 dias. Witzel é suspeito de desvios de dinheiro destinados a saúde em meio a pandemia do novo coronavírus. Ele nega as acusações.
A Corte Especial é composta por 15 ministros. A maioria necessária para a manutenção da prisão era de dois terços dos magistrados - 10 ministros. 

Postagem Anterior Próxima Postagem