Marco Aurélio suspende depoimento presencial de Bolsonaro em inquérito sobre acusações de Moro

 

´

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura se ele violou a autonomia da Polícia Federal (PF).

 

A acusação foi feita pelo ex-juiz Sérgio Moro ao pedir demissão do Ministério da Justiça, em abril.

 

A oitiva estava marcada para entre os dias 21 e 23 de setembro. O ministro Celso de Melo havia obrigado o chefe do Executivo a depor presencialmente, mas  Bolsonaro recorreu e Marco Aurélio remeteu a decisão ao plenário do STF.  


Postagem Anterior Próxima Postagem