Fux assume comando do STF com missão de equilibrar Poderes e impedir derrotas à Lava Jato


O ministro Luiz Fux, 67, toma posse na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) às 16h desta quinta-feira (10) em um cenário marcado por derrotas à Lava Jato e pelo temor de agravamento da crise econômica e social decorrente da pandemia do coronavírus.

À frente da corte, o magistrado enfrentará a judicialização da pandemia e terá o desafio de estabelecer uma relação harmônica com os outros Poderes. Caberá a Fux tentar levar ao plenário as discussões de maior impacto à Lava Jato e impedir novas derrotas à operação, que vem sofrendo reveses consecutivos na Segunda Turma da corte.
Postagem Anterior Próxima Postagem