Iklan

iklan

Ronaldinho Gaúcho e o irmão Assis deixam prisão no Paraguai

24 de agosto de 2020 | 24.8.20 WIB Last Updated 2020-08-24T23:32:23Z

Dupla foi solta após acordo para pagamento de multa de mais de R$ 1 milhão

(Foto: Norberto Duarte/AFP)

Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis Moreira, seu irmão, estão livres. Nesta segunda-feira, a Justiça do Paraguai soltou os dois ex-jogadores, que estavam detidos há mais de cinco meses, embora tenham sido declarados culpados. Assim, agora poderão retornar ao Brasil. Eles eram acusados pela utilização de passaportes falsos para entrarem no país em março. Os irmãos foram condenados, com pena suspensa de dois anos para Assis e de um para Ronaldinho.

A soltura foi possível porque Ronaldinho e seu irmão aceitaram a proposta do Ministério Público para que fossem colocados em liberdade. Eles irão pagar uma multa de US$ 200 mil (R$ 1,12 milhão), que será descontada da fiança paga quando foram colocados em prisão domiciliar. E Assis terá de comparecer a cada quatro meses perante a um juiz brasileiro durante o período da pena suspensa. O juiz de garantias Gustavo Amarilla Arnica aceitou o acordo feito entre as partes e colocou os irmãos em liberdade, com a pena suspensa. Fonte: Correio Braziliense


Comente
Deixe o seu comentário
  • Ronaldinho Gaúcho e o irmão Assis deixam prisão no Paraguai

Tendências