Ifac inicia obras para a construção da sede própria da reitoria



O Instituto Federal do Acre (Ifac) iniciou mais uma obra. A sede própria da Reitoria do Ifac, que está sendo construída na região da Via Chico Mendes, no município de Rio Branco, contará com mais de 4,2 mil m² de área construída. A estrutura, que tem previsão de ser entregue em 2021, conta com investimento de cerca de R$ 8,8 milhões.
De acordo com projeto, a nova sede contará com salas administrativas, auditório, refeitório, salas de reunião, copas, banheiros e estacionamento para 200 vagas. Além disso, a construção terá piso térreo e um pavimento superior.
Conforme explica o pró-reitor de Administração do Ifac, José Claudemir Alencar, a estrutura foi projetada para atender os servidores, que atualmente atuam nas pró-reitorias, diretorias sistêmicas e demais unidades da Reitoria, como também para receber a comunidade de forma adequada.
De acordo com a reitora do Ifac, com a construção da nova sede da Reitoria, o Ifac passa a ter sedes próprias em todas as regionais acreanas. “Temos casa própria em todos os campi, dentre os quais tive o prazer de inaugurar as unidades de Sena Madureira, Tarauacá, a reforma de Xapuri e a ampliação das obras de Cruzeiro do Sul. Com a construção da Reitoria, todas as unidades serão sedes próprias. Esse é um momento de muita felicidade”.
Ainda de acordo com Rosana Cavalcante dos Santos, com a conclusão da obra o Ifac passará a utilizar os recursos, hoje destinados para pagamento de aluguel, para investir em novos projetos e ações em prol da instituição.
“Em breve iremos inaugurar mais essa obra e apresentar para a sociedade que, mesmo diante de cortes financeiros, problemas orçamentários e redução de recursos, o Ifac continuou crescendo. Essa é uma vitória que precisa ser comemorada por todos. É um privilégio participar desse momento e desse processo de expansão do Ifac, que tem sido concretizado em nossa gestão”, destacou a reitora
O valor investido para a construção da sede própria da Reitoria do Ifac conta com recursos da emenda coletiva da bancada acreana, além de recurso da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação (MEC).



Postagem Anterior Próxima Postagem