Diante dos protestos, primeiro-ministro do Líbano anuncia renúncia

Foto: Lebanese Presidency / Handout/Anadolu Agency via Getty Images

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, renunciou nesta segunda-feira (10), em meio a protestos contra a corrupção do governo. Os atos começaram depois da megaexplosão no porto de Beirute, na semana passada.

Pressionados pelo ocorrido, ministros da gestão estavam abandonando seus postos. Pouco antes do anúncio, Diab afirmou que a explosão foi decorrente da corrupção endêmica no governo.

No final de semana, o agora ex-primero-ministro já havia admitido que solicitaria eleições parlamentares antecipadas.

Em um discurso na TV, Diab afirmou que dará "um passo para trás para poder estar com o povo e lutar por mudanças junto com as pessoas. Eu declaro hoje a renúncia deste governo", anunciou.

Ao final de sua curta declaração, ele repetiu a frase "que Deus proteja o Líbano" por três vezes.

Enquanto Diab apresentava sua renúncia, os protestos seguiam nas ruas do Líbano. Há diversos registros de confronto entre manifestantes e forças de segurança, que tentam proteger a entrada do Parlamento.
Postagem Anterior Próxima Postagem