Novo cotado para o MEC tem encontro com Bolsonaro

Nenhum comentário

(Foto: Divulgação/Unioesc)

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), nome sugerido por aliados ao governo para assumir o Ministério da Educação, Aristides Cimadon, está em Brasília para encontro com o presidente Jair Bolsonaro..

Ele entrou na lista de nomes considerados para o MEC após o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, ter recusado o convite para o cargo. 
Cimadon é amigo do senador Jorginho Mello (PL-SC) e também filiado ao PL, partido que integra o chamado Centrão.

Segundo o site da universidade, Aristides Cimadon possui graduação em Filosofia e Pedagogia, ambas pela Universidade de Passo Fundo (RS), e em Direito, pela Unoesc, e é mestre em Educação, pela PUC-RS, e mestre em Direito, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Tem ainda doutorado em Ciência Jurídica, pela Universidade do Vale do Itajaí.
Além de Cimandon, continuam sendo avaliados por auxiliares do presidente os nomes de Marcus Vinicius Rodrigues, ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e de Anderson Correia, reitor do ITA e ex-presidente do Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).


Nenhum comentário

Postar um comentário