MPF pede o afastamento de Ricardo Salles do governo

Nenhum comentário

Foto: Roque de Sá/Agência Senado
O Ministério Público Federal apresentou ação de improbidade administrativa contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por 'desestruturação dolosa' e 'esvaziamento' de políticas ambientais 'para favorecer interesses que não têm qualquer relação com a finalidade da pasta'. A Procuradoria pede à Justiça que conceda liminar para afastar o ministro do cargo.
De acordo com os 12 procuradores que assinam a ação, Salles teria atuado em série de atos, omissões e discursos que caracterizariam conduta intencional 'com o objetivo de fragilizar a atuação estatal na proteção do meio ambiente'. A ação foi movida na esteira da declaração do ministro na reunião de 22 de abril, tornada pública pelo Supremo Tribunal Federal.
Na ocasião, Salles disse que o governo federal deveria aproveitar a 'oportunidade' da pandemia do novo coronavírus para 'ir passando a boiada' em regulações ambientais. Após a divulgação das imagens, o ministro disse que estava defendendo a flexibilização de normas, dentro da legalidade. Por R 7.

Nenhum comentário

Postar um comentário