Anvisa autoriza testes brasileiros com a vacina chinesa contra o coronavírus



A Anvisa autorizou os testes brasileiros com a vacina desenvolvida pela empresa Sinovac, sediada na China, em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. As análises devem ser testadas em cerca de 9 mil pessoas nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal. 

O imunizante em questão é feito a partir de cepas inativas do novo coronavírus e o objetivo nessa fase de testes é avaliar a segurança e a eficácia na imunização contra a Covid-19. Em São Paulo, há previsão para o começo dos trabalhos com os voluntários já nesta semana.
Tratamento com Redesivir
Um dos medicamentos mais promissores no tratamento de pacientes com Covid-19, o antiviral remdesivir teve seu uso aprovado pela União Européia . O remédio é o primeiro autorizado na região para combater o novo coronavírus e poderá ser usado em casos graves. A aprovação é válida por um ano e pode ser estendida ou convertida em uma autorização de comercialização incondicional. 

A OMS encerrou os testes com a hidroxicloroquina, outro medicamento estudado como possível tratamento, após a droga não apresentar redução na taxa de mortalidade. Os testes com a droga combinada contra o HIV lopinavir/ritonavir também foram interrompidos.


Postagem Anterior Próxima Postagem