PGR abre investigação contra invasores de hospitais



A Procuradoria-Geral da República abriu investigação contra os responsáveis por promover invasões a hospitais durante a pandemia. No pedido, Augusto Aras afirma que a prática coloca em risco médicos e enfermeiros.

A intenção é reunir elementos sobre os episódios ocorridos nos estados nos últimos dias para que os autores, incluindo políticos, sejam responsabilizados pela desordem. A medida ocorreu após Jair Bolsonaro pedir que seus apoiadores entrem em hospitais e chequem se os leitos estão ocupados ou não.

O presidente, porém, não é alvo do procedimento da PGR. A declaração provocou críticas de governadores e do Conselho Federal de Enfermagem, que classificou a incitação como "descabida".

Postagem Anterior Próxima Postagem