Coronavírus: Luz no fim do túnel

Nenhum comentário


O anúncio do fechamento dos hospitais de campanha do Pacaembu, em São Paulo, e de Manaus é indício de que, nas próximas semanas, as boas notícias em torno da pandemia do coronavírus poderão talvez brotar com mais frequência.
De acordo com reportagem da Veja desta semana, apesar do número de casos aumentar, o de mortes tende a se estabilizar, cenário que autoriza a flexibilização da quarentena no Brasil. A reabertura, porém, só será viável se for conduzida com extremo rigor.
Isso significa que, mesmo com o bom sinal, não é hora de recuar nos protocolos de cuidados, como higiene e uso de máscara, e assim será até o desenvolvimento de uma vacina.
Risco menor às crianças
Um novo estudo mostrou que a Covid-19 tende a ser leve em crianças e que as mortes em decorrência da doença nessa faixa etária são muito raras. A pesquisa feita por uma universidade inglesa acompanhou 582 crianças e adolescentes infectados ao longo de 3,5 semanas e os resultados mostraram que 62% dos pacientes precisaram de internação, mas poucos utilizaram oxigênio ou outro suporte, e cerca de 8% foram para a UTI.

Quatro pacientes morreram durante o período do estudo, dois dos quais tinham condições médicas pré-existentes, o que corresponde a uma taxa de mortalidade de 0,69%. Os números são bem menores quando comparados com estudos em adultos. Por Veja


Nenhum comentário

Postar um comentário