Ativista Sara Winter é presa pela PF em Brasília


Mandado foi expedido pelo ministro do STF Alexandre de Moraes a pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República). Há ordem para deter outras 5 pessoas

A ativista Sara Winter foi presa pela PF (Polícia Federal) nesta segunda-feira (15). O mandado de prisão foi expedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes a pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República).

Renan Silva Sena, de 57 anos, também  foi preso no final da tarde deste domingo 14,  e levado para a Superintendencia da PF. Contra ele existem três mandados de prisão. Renan proferiu ameaças contra o STF.

É o mesmo que, em maio, hostilizou e agrediu verbalmente enfermeiras que participavam de um protesto pacífico e silencioso na Praça dos Três Poderes em homenagem aos profissionais de saúde que se arriscam no trabalho para salvar vidas de pacientes com covid-19.

Outros integrantes do grupo estão sendo presos nesta manhã. Além da detenção da ativista, há ordens para levar para a cadeia outras cinco pessoas. Até agora, apenas um mandado foi cumprido. 

Postagem Anterior Próxima Postagem