Por falta de apoio do governo durante pandemia do COVID-19, profissionais de saúde realizaram manifestação pública no município de Brasileia

Nenhum comentário

Por: Enarde Fernandes – ASCOM/SINTESAC
Na manhã de ontem, 08 de maio de 2020, profissionais de saúde realizaram uma manifestação pública em frente ao Hospital Regional Raimundo Chaar, no município de Brasileia.
O ato dos profissionais em saúde, se deu por falta de atenção e apoio do governo do Estado do Acre. Falta de recursos humanos, falta de fluxos específicos em todas as unidades, falta de EPIS, testes em massa para os trabalhadores em saúde e principalmente a ausência de um plano de ação por parte do governo para superar essas dificuldades. Estes são alguns dos problemas enfrentados pelos trabalhadores que lutam contra a pandemia do Coronavírus (COVID-19), que se assola em nosso Estado.
Hoje, muitos dos trabalhadores encontram-se sobrecarregados por não chegar apoio de recursos humanos e muito menos ampliação dos leitos que estão lotados de pacientes com o COVID-19. Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informa que registrou 163 novos casos de contaminação pelo novo Coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando recorde de 1.177 casos de Covid-19 e 38 mortes.
"Os direitos dos profissionais de saúde, estão acima dos interesses políticos! Somos a classe mais DESASSISTIDA e DESRESPEITADA DO SISTEMA", essa foi uma das mensagens estampadas em faixas usadas durante a manifestação dos trabalhadores.









Nenhum comentário

Postar um comentário