*Mara Rocha cobra maior agilidade da Caixa Econômica para pagamento do auxílio emergencial*



A Deputada Federal Mara Rocha (PSDB/AC) encaminhou ofício ao Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães e ao Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, cobrando maior agilidade no pagamento das parcelas do Auxílio Emergencial de R$ 600,00.

A parlamentar questionou a portaria da CEF que determinou a abertura obrigatória de contas digitais, mesmo para quem já possui contas de poupança naquele banco: “Essa exigência de abertura de contas digitais causará enormes embaraços, estamos tratando de pessoas vulneráveis, sem grande experiência com transações bancárias por aplicativo e a nova burocracia foge totalmente ao objetivo da lei que criou o Auxílio, que buscou trazer tranquilidade para os brasileiros pobres em um período de tanta incerteza”.

“Não é demais lembrar que, para receber o dinheiro, o beneficiário terá de ter acesso a um celular capaz de gerar um dispositivo digital de segurança, ou terá de ir à agência para resolver a situação. E isso deve ser outra fonte de preocupação, já que várias localidades do interior não possuem agências bancárias. Isso levará a uma corrida aos maiores centros urbanos, gerando ainda mais aglomeração nas agências e, consequentemente, aumentando o risco de contaminação por Covid-19”, explicou a deputada.

“Estamos vivendo um momento de grave crise sanitária e de isolamento social, essa é a única fonte de renda para milhões de brasileiros e a burocratização no repasse dos recursos pode gerar o caos em uma parcela da população que está entre a incerteza e a desesperança”, finalizou Mara Rocha.

Postagem Anterior Próxima Postagem