Governocria Auxilio Temporário de Emergência em Saúde, sem destinar um centavo para área de saúde



ASCOM/SINTESAC
Governo cria Auxilio Temporário de Emergência em Saúde, sem destinar um centavo para a área de saúde e cria um clima geral de revolta entre os trabalhadores em saúde, que estão na linha de frente no combate ao COVID 19.
Que PL que discrimina a saúde, pode suscitar greve em plena pandemia.
Ao anunciar envio do PL, que dever ser apreciado no próximo sábado, dia 23/05/2020, na ALEAC, sem suprir nenhuma demanda dos trabalhadores em saúde, a informação gerou um clima de revolta, e decepção, o que pode culminar com um processo paralisa tório em plena PANDEMIA, como suscitou o presidente do SINTESAC, em sua manifestação.
"Nada contra os agentes de segurança, mas os nossos trabalhadores em saúde, que agonizam a séculos, sem um reajuste, e hoje morrem nos hospitais, combatendo as mazelas do sistema e a PANDEMIA, não tem até hoje, a resposta do auxílio saúde, saber de uma decisão é de indignar todos trabalhadores em saúde do nosso estado.
Serão SEIS MILHÕES de reais de investimento no auxílio, e pra nós da saúde, resta o COVID 19 para nos contentar.
Parabéns Gladson Cameli! são em momentos como estes, que mesmo morrendo, e sem saber a onde pedir socorro, que nos dá vontade de jogar tudo pra CIMA E CONVOCAR UMA PARADA GERAL DA NOSSA SAÚDE, para ver realmente quem merece esse auxílio", finalizou Adailton Cruz, presidente do Sintesac.

Postagem Anterior Próxima Postagem