Governo envia para ALEAC projeto que terceiriza a Saúde e faz despacho retirando adicional de horas dos trabalhadores

Nenhum comentário

 Por: Enarde Fernandes – ASCOM/SINTESAC
Governador Gladson Cameli, envia para Assembleia Legislativa do Estado do Acre (ALEAC), PL que regulamenta o Instituto de Gestão em Saúde do Acre, sem acatar os pedidos dos trabalhadores.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (SINTESAC), Adailton Cruz, disse que: “Hoje é mais um dia negro para a nossa história, esse é o apoio que recebemos do governo, em plena pandemia, envia PL que cria Instituto de Saúde à ALEAC, sem trazer nenhuma garantia de não demissão ou carga horária  para o Pró-Saúde, e ainda submete todos os servidores da SESACRE ao mesmo regime de jornada e gestão, deixando a critério da SESACRE essa imposição, colocando risco o fim da carreira dos servidores públicos, concursos, fragilizando ainda mais os "irregulares" e TERCEIRIZANDO de uma só vez quase a metade do sistema de saúde do estado,  e em paralelo o governo manda retirar o adicional de horas a todos os trabalhadores em saúde que estão afastados por serem do grupo de risco ou por estarem doentes com COVID-19”, disse, “É uma covardia".
Cruz pede aos deputados do Acre, que olhem pelos trabalhadores em saúde, e que não tramitem o PL que cria o instituto de saúde, sem que as propostas apresentadas pelos trabalhadores sejam acatadas.
Com relação a retirada do adicional de horas dos trabalhadores, Cruz, disse que: “isso é uma falta de respeito e um abuso com os trabalhadores, vamos sentar e conversar com o secretário de saúde para tentar reverter, se não, iremos resolver na justiça”, finalizou.



Nenhum comentário

Postar um comentário