Coronavírus: corrida desenfreada pela vacina



Os estudos para a criação de uma vacina contra o coronavírus, único método que impedirá de forma consistente o contágio da doença pelo mundo, estão a todo vapor.

Estados Unidos e China, por exemplo, têm travado uma disputa que envolve até espionagem e invasão cibernética. Os dois países reúnem 46% dos estudos sobre um imunizante e neles estão dois dos três projetos mais promissores do momento.

O terceiro está na Universidade de Oxford, na Inglaterra, conhecida por ser um forte centro de pesquisas. A expectativa, agora, é para que um deles finalmente cruze a linha de chegada nessa competição do bem.

A humanidade comemorará.


Postagem Anterior Próxima Postagem