Bolsonaro amplia lista de serviços essenciais após reunião com empresários

Grupo de empresários indo a pé ao STF 

Foto: Sérgio Lima
O presidente Jair Bolsonaro editou na tarde ontem (7). o decreto que amplia o número de serviços essenciais que podem atuar durante à pandemia
Eis a lista de atividades:
  • produção, transporte e distribuição de gás natural;
  • indústrias químicas e petroquímicas de matérias-primas ou produtos
    de saúde, higiene, alimentos e bebidas;
  • e atividades industriais.
Com a decisão, esses segmentos podem funcionar durante a quarentena. A medida foi publicada logo depois de o presidente se reunir com um grupo de empresários e ir a pé ao Supremo Tribunal Federal para pedir relaxamento das medidas de isolamento social impostas por Estados e municípios.
Para o Bolsonaro, houve exagero em algumas decisões. “Tem decreto presidencial que definiu atividades essenciais, aquelas que não podem parar. Acabei de assinar decreto aqui colocando nesse rol de atividades essenciais a construção civil. Outras virão nas próximas horas ou nos próximos dias.”
A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o isolamento social como forma de evitar a disseminação do coronavírus. No decreto, o governo determina que as atividades sejam retomadas em conformidade com as recomendações do Ministério da Saúde. Fonte: Poder 360


Postagem Anterior Próxima Postagem