*Após pedido de Perpétua para governador, PGE-AC entra com ação para que médicos formados no exterior possam trabalhar durante pandemia*

Nenhum comentário


Como resposta à ligação da deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) para o governador Gladson Cameli na última semana, em que a deputada pediu a contratação dos médicos brasileiros formados no exterior, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) do Acre entrou com uma ação para que esses profissionais possam trabalhar durante a pandemia do novo coronavírus. 

Desde o começo da crise, Perpétua tem lutado pela admissão desses médicos para que ajudem no sistema de Saúde. “Minha batalha na Câmara pelo Revalida é antiga, mas, diante dessa crise, não podemos esperar a realização dessa prova. Por isso pedi a contratação imediata desses profissionais. O povo precisa de mais médicos”, afirmou a deputada. 

No documento, a PGE-AC pede que o Conselho Regional de Medicina do Acre promova “a imediata liberação de licença provisória de trabalho, com duração restrita ao período necessário para o combate à pandemia do novo, aos profissionais que tenham diplomas de medicina emitidos por instituições de ensino estrangeiras, mas que se encontram impossibilitados de atuarem como médicos em decorrência da não realização do Revalida”. 

Perpétua comemorou a iniciativa e disse que a medida será essencial para o Acre. “Estou feliz por ter contribuído com essa ação e o povo acreano sairá ganhando mais uma vez. Temos muitos médicos no nosso estado que se formaram em outros países e estão no aguardo do Revalida. Eles poderão contribuir com a demanda que aumenta cada dia mais e reforçarão as equipes de Saúde”, ressaltou a deputada.


Nenhum comentário

Postar um comentário