Servidores do HUERB trabalham em condições precárias durante pandemia do Covid-19


Por: Enarde Fernandes – ASCOM/SINTESAC
Na manhã de ontem, 28 de abril de 2020, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (SINTESAC), foi até Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), onde ouviu os servidores em saúde, que fizeram denúncias sobre condições precárias de trabalho e riscos que correm durante a pandemia do Coronavírus (COVID-19).
No setor de vigilância epidemiológica do HUERB, servidores estão expostos ao vírus COVID-19, e já são 22 servidores contaminados só em Rio Branco e 50 contaminados em todo o estado. Na área de atendimento, funcionários estão levando ventilador de casa, por não aguentar o calor durante a jornada de trabalho, cadeiras, é preciso ter muito cuidado ao se sentar, pois quase todas estão quebradas, falta máscaras N-95, falta reposição dos profissionais que foram infectados e ainda são obrigados a trabalhar sem direitos a insalubridade que foi retirada pela Secretária de Estado de Saúde (SESACRE).
Veja no vídeo o desabafo dos servidores que clamam pela atenção do poder público.


Postagem Anterior Próxima Postagem