Senado aprova 'Orçamento de Guerra' em primeiro turno

Nenhum comentário



Após longa negociação, o Senado aprovou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do 'Orçamento de Guerra' em primeiro turno. O projeto, na prática, cria um caixa paralelo para organizar os recursos levantados de forma emergencial nas ações de mitigação dos efeitos da pandemia.

O ponto principal da proposta envolve conceder poderes maiores ao Banco Central, dando a possibilidade de que a instituição compre títulos de empresas privadas para, indiretamente, financiar o Tesouro Nacional. Essa é mais uma tentativa dos parlamentares de organizar as finanças e os montantes para o combate à doença e a manutenção de empregos.

Por se tratar de PEC, é necessária mais uma votação, marcada para sexta.

Nenhum comentário

Postar um comentário