No AC, cresce denúncias de violência contra crianças e adolescentes durante a quarentena



De acordo com o portal G1 AC, a presidente da Associação e conselheira do 1º Conselho de Rio Branco, Lucinaira Carvalho, contou que casos são de negligência, abandono, maus-tratos, violência verbal, física e sexual.

Dados da Associação de Conselheiros do Acre revelam que já foram recebidas mais de 100 denúncias de todos os tipos de violência contra crianças e adolescentes desde o início do isolamento social no estado por causa da pandemia de Covid-19. Os dados são do período de 21 de março até a última quinta-feira (16).

Os números são de denúncias recebidas pelos três Conselhos Tutelares de Rio Branco e os do interior do estado. “Os casos relatados são de negligência, abandono, maus-tratos, violência verbal, física e sexual” – disse a presidente da Associação e conselheira do 1º Conselho de Rio Branco, Lucinaira Carvalho ao portal G1 AC.

Carvalho disse ainda que o Conselho está atuando e orientando a população a ficar em casa, mas também denunciar os atos de violência contra crianças e adolescentes durante a quarenta.

Postagem Anterior Próxima Postagem