Mandetta diz que quarentena precisa de prazo

Nenhum comentário

Foto: Sérgio Lima/Poder 360
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, classificou nesta quarta-feira 25, como “precipitadas” as restrições mais rígidas de alguns Estados para conter a dispersão da covid-19. Ele defende que medidas intermediárias sejam aplicadas “antes de adotar o fecha-tudo.”
Na avaliação de Mandetta, a quarentena está sendo decretada em cascata “como se nós estivéssemos todos em franca epidemia”. O ministro também defende que o isolamento tenha 1 prazo determinado, sob risco de se tornar “uma parede” às necessidades da população.
Isolamento vertical
O presidente Jair Bolsonaro defendeu que apenas idosos e pessoas em grupos de risco fiquem em quarentena –o chamado isolamento vertical– e pediu que o ministério avalie a possibilidade.
O secretário-executivo da Saúde, João Gabbardo, afirmou que a pasta estuda já estudava a possibilidade mas que, até que haja uma conclusão sobre o tema, as recomendações não se alteram: evitar aglomerações e isolamento para pessoas com sintomas (e seus familiares) e pessoas com mais de 60 anos. Com informações  do Poder 360.


Nenhum comentário

Postar um comentário