Justiça proíbe campanha “O Brasil não pode parar”

Nenhum comentário


"O Brasil Não Pode Parar"
Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu que a União divulgue peças publicitárias relativas à campanha “O Brasil não pode parar”. A decisão atende pedido do MPF) assinado por 12 procuradores. Em caso de descumprimento, será aplicada multa de R$ 100 mil por infração. O vídeo da peça publicitária foi divulgada nas redes sociais por um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), no último dia 26.

* A campanha tem como intuito pregar o fim do isolamento social, maneira de frear o avanço do novo coronavírus, como já informado pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Cenas da pandemia

Com as cidades vazias e os presos sendo liberados, a violência assusta.

Alvo

Pelo andar da carruagem, o presidente Jair Bolsonaro já escalou o governador João Dória o adversário de 2022.  A observação vem do líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, e de boa parte dos bolsonaristas que, entretanto, fazem um reparo à análise do senador do Amazonas.

* A ordem entre os aliados do presidente é evitar que o governador paulista cresça e ocupe espaço agora.

Eleições municipais I

Os políticos de Brasília monitoram o quadro da pandemia causada pelo coronavírus  de olho nas eleições de outubro. Boa parte cogita adiar as eleições e jogar tudo para 2022, prorrogando o mandato dos atuais prefeitos. Aliás, não é de hoje o interesse de acabar com eleições de dois em dois anos no Brasil.

* O assunto será abordado assim que o Congresso resolver as questões mais urgentes.

Eleições municipais II

Nos bastidores há quem diga que o País está quebrado e que a prioridade, neste momento, deve ser a destinação dos recursos eleitorais para o tratamento dos pacientes da Covid-19.

* Para completar, não será possível sequer sugerir a retomada do financiamento empresarial para custar campanhas.

Hospital do Juruá

Será disponibilizado R$ 18 milhões para o Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul para o combate específico de combate ao novo coronavírus.  O reconhecimento do estado de calamidade pública no País em decorrência da epidemia permitiu que a deputada Jéssica Sales (MDB) autoriza a liberação de sua cota nas emendas de bancada.

* “Preocupada com o Juruá, não pensei duas vezes em fazer parte dessa corrente em defesa da saúde dos habitantes de nossa região. Contem sempre comigo.” – disse a deputada.

Exames da Covid-19

Senadora Mailza Gomes agradece ao Governo Federal pelo envio de kits para exames de Covid-19 para o Acre. Uma aeronave fretada pelo Ministério da Saúde chegou a Rio Branco, no início da noite de ontem (27) trazendo um carregamento de kits de testes rápidos para detecção do novo coronavírus.
* Mailza, que tem acompanhado os casos no Acre, reiterou que o momento é de unir competências para prevenir a disseminação da doença. 

Frase

“Só os países do G20 têm hoje confinamento compulsório (quarentena horizontal): África do Sul, Argentina, Espanha, França, Índia e Itália. EUA e Alemanha têm quarentena em certos estados. China suspendeu. Assim, 11 países do grupo não têm ou tiveram quarentena compulsória horizontal” – ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.  



Nenhum comentário

Postar um comentário