“Parasita” ganha Oscar; leia a lista completa de vencedores


 Documentário brasileiro “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, foi derrotado por “Indústria Americana”.

“Parasita” foi escolhido como melhor filme na 92ª edição do Oscar realizada neste domingo (9.fev.2020) em Los Angeles, nos Estados Unidos. A produção do diretor Bong Joon-ho ganhou quatro estatuetas: melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro original e melhor filme internacional.
O filme concorria com “Coringa”, “Jojo Rabbit”, “1917”, “História de um Casamento”, “Adoráveis Mulheres”, “Era Uma Vez em… Hollywood”, “Parasita”, “Ford vs Ferrari” e “O Irlandês”, e tinha sido indicado em 6 categorias.
Parte inferior do formulário
CERIMÔNIA E FATURAMENTO
Entre os filmes indicados na categoria principal do Oscar, “Coringa”, de Tod Phillips, foi o que mais faturou nas bilheterias mundiais em 2019. Em toda história do cinema, o longa é o 1º filme não recomendado para menores de 17 anos (a 2ª classificação mais restrita nos Estados Unidos) a arrecadar mais de US$ 1 bilhão. Também é o 3º filme a ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão sem ter sido lançado na China. A obra de Tod Phillips conseguiu retorno de 15 vezes o valor usado para produzir o filme, de acordo com a revista Forbes. A produção custou US$ 62,5 milhões.
Já “1917”, com orçamento de US$ 100 milhões, faturou US$ 287,3 milhões nas bilheterias do mundo todo, segundo o Box Office Mojo, site norte-americano que mostra a evolução das receitas das bilheterias de forma sistemática. De acordo com o site, os longas “Parasita”“Ford vs Ferrari”“Era Uma Vez em… Hollywood”“Jojo Rabbit” “Adoráveis Mulheres” , arrecadaram, respectivamente, US$ 165,3 milhões, US$ 222,9 milhões, US$ 374,2 milhões, US$ 74,2 milhões e US$ 177,1 milhões.
 “História de um Casamento”, de Noah Bambauch, também permaneceu pouco tempo em cartaz, atualmente disponível na Netflix. Embora a empresa não divulgue publicamente as receitas de seus filmes, o Box Office Mojo estima que o filme arrecadou cerca de US $ 2,3 milhões em todo o mundo. O longa custou US$ 18 milhões para os produtores.
Seguindo o mesmo formato de 2019, o Oscar 2020 não teve 1 apresentador central, trazendo nomes como Jane Fonda, Tom Hanks, Oscar Isaac e Sandra Oh, para entregar as estatuetas douradas. O Brasil foi representado no Oscar desse ano na disputa por melhor documentário, com “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, que foi derrotado por “Indústria Americana”.
Nesta edição, a cerimônia do Oscar trouxe algumas mudanças. Agora, a categoria que anteriormente era conhecida como melhor filme estrangeiro, se chama melhor filme internacional, e também pode abarcar documentários (como foi o caso de “Honeyland”) e animações.
Eis a lista das 24 categorias da premiação com os vencedores em negrito:
 MELHOR FILME
  • “Ford vs. Ferrari”;
  • “O Irlandês”;
  • “Jojo Rabbit”;
  • “Coringa”;
  • “Adoráveis Mulheres”;
  • “História de um Casamento”;
  • “1917”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”;
  • “Parasita”.
MELHOR ATOR
  • Antonio Bandera (“Dor e Glória”);
  • Leonardo Dicaprio (“Era Uma Vez em… Hollywood”);
  • Adam Driver (“História de um Casamento”);
  • Joaquin Phoenix (“Coringa”);
  • Jonathan Pryce (“Dois Papas”).
MELHOR ATRIZ
  • Cynthia Erivo (“Harriet”);
  • Scarlett Johansson (“História de um Casamento”);
  • Saoirse Ronan (“Adoráveis Mulheres”);
  • Renee Zelwegger (“Judy: Muito Além do Arco-Íris”);
  • Charlize Theron (“O Escândalo”).
MELHOR DIREÇÃO
  • Martin Scorsese (“O Irlandês”);
  • Todd Phillips (“Coringa”);
  • Sam Mendes (“1917”);
  • Quentin Tarantino (“Era uma Vez em Hollywood”);
  • Bong Joon Ho (“Parasita”).
MELHOR DOCUMENTÁRIO
  • “Indústria Americana”; 
  • “The Cave”;
  • “Democracia em Vertigem”;
  • “For Sama”;
  • “Honeyland”.
MELHOR DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM
  • “In The Absence”;
  • “Learning to Skateboard In a Warzone (If You’re A Girl)”; 
  • “Life Overtakes Me”;
  • “St. Louis Superman”;
  • “Walk Run Cha-Cha”.
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
  • Kathy Bathes (“O Caso Richard Jewell”);
  • Laura Dern (“História de um Casamento”);
  • Scarlett Johansson (“Jojo Rabbit”);
  • Florence Pugh (“Adoráveis Mulheres”);
  • Margot Robbie (“O Escândalo”).
MELHOR ATOR COADJUVANTE
  • Tom Hanks (“Um Lindo Dia na Vizinhança”);
  • Anthony Hopkins (“Dois Papas”);
  • Al Pacino (“O Irlandês”);
  • Joe Pesci (“O Irlandês”);
  • Brad Pitt (“Era uma Vez em Hollywood”).
MELHOR ANIMAÇÃO
  • “Como Treinar Seu Dragão 3”;
  • “I Lost My Body”;
  • “Klaus”;
  • “Link Perdido”;
  • “Toy Story 4”.
MELHOR FOTOGRAFIA
  • “O Irlandês”;
  • “Coringa”;
  • “O Farol”;
  • “1917”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”.
MELHOR FIGURINO
  • “O Irlandês”;
  • “Jojo Rabbit”;
  • “Coringa”;
  • “Adoráveis Mulheres”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”.
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
  • “Entre Facas e Segredos” (Rian Johnson);
  • “História de um Casamento” (Noah Baumbach);
  • “1917” (Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns);
  • “Era uma Vez em Hollywood” (Quentin Tarantino);
  • “Parasita” (Bong Joon Ho e Han Jin Won).
MELHOR EDIÇÃO
  • “Ford vs. Ferrari”;
  • “O Irlandês”;
  • “Jojo Rabbit”;
  • “Coringa”;
  • “Parasita”.
MELHOR FILME INTERNACIONAL
  • “Corpus Christi”;
  • “Honeyland”;
  • “Os Miseráveis”;
  • “Dor e Glória”;
  • “Parasita”.
MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
  • “O Escândalo”;
  • “Coringa”;
  • “Judy – Muito Além do Arco-Íris”;
  • “Malévola”;
  • “1917”.
MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
  • “Toy Story 4” – “I Can’t Let You Throw Yourself Away”;
  • “Rocketman” – “(I’m Gonna) Love Me Again”;
  • “Superação: O Milagre da Fé” – “I’m Standing With You”;
  • “Frozen 2” – “Into The Unknown”;
  • “Harriet” – “Stand Up”.
MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
  • “O Irlandês”;
  • “Jojo Rabbit”;
  • “1917”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”;
  • “Parasita”.
MELHOR CURTA ANIMADO
  • “DCERA” (Daughter);
  • “Hair Love”;
  • “Kitbull”;
  • “Memorable”;
  • “Sister”.
MELHOR CURTA METRAGEM
  • “Brotherhood”;
  • “Nefta Football Club”;
  • “The Neighbors’ Window”;
  • “Saria”;
  • “1A Sister”.
MELHOR EDIÇÃO DE SOM
  • “Ford vs. Ferrari”;
  • “Coringa”;
  • “1917”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”;
  • “Star Wars: A Ascensão Skywalker”.
MELHOR TRILHA SONORA
  • “Coringa”;
  • “Adoráveis Mulheres”;
  • “1917”;
  • “História de um Casamento”;
  • “Star Wars: A Ascensão Skywalker”.
MELHOR MIXAGEM DE SOM
  • “Ad Astra”;
  • “Ford vs. Ferrari”;
  • “Coringa”;
  • “1917”;
  • “Era uma Vez em Hollywood”.
MELHORES EFEITOS VISUAIS
  • “Vingadores: O Ultimato”;
  • “O Irlandês”;
  • “O Rei Leão”;
  • “1917”;
  • “Star Wars: A Ascensão Skywalker”.
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
  • “O Irlandês” (Steven Zaillian);
  • “Jojo Rabbit” (Taika Waititi);
  • “Coringa” (Todd Phillips e Scott Silver);
  • “Adoráveis Mulheres” (Greta Gerwig);
  • “Dois Papas” (Anthony McCarten).
Por Poder 360

Postagem Anterior Próxima Postagem