Delegação com 25 profissionais representará o Acre na 3ª Conferência Nacional da Mulher Advogada



Uma delegação composta por conselheiras seccionais e federais, componentes da Diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) e integrantes das diversas comissões da entidade representará o estado na 3ª Conferência Nacional da Mulher Advogada. No total, 25 mulheres compõem o grupo. O evento será realizado nos dias 5 e 6 de março na cidade de Fortaleza, capital do Ceará, promovido pela Comissão Nacional da Mulher Advogada.

Com o tema “Liberdade, Igualdade e Sororidade”, a atividade do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil tem como foco levantar as principais bandeiras do universo feminino relacionadas aos desafios da advocacia contemporânea. A ideia é suscitar o debate para uma ampliação ainda maior do espaço das mulheres no sistema judiciário e nos diversos espaços da sociedade brasileira. Palestras, apresentações de artigos científicos e outros estão na programação.

“Nossa caravana certamente será uma das maiores do Brasil, o que demonstra o interesse da advogada acreana pelas questões femininas. Nos sentimos orgulhosas pela tradição que nossa Seccional tem em debater o tema e em dar vez e voz a essas mulheres. Nossa representatividade feminina é feita levando projetos para a sociedade acreana e levantando bandeiras em diversas instituições que visam a proteção e igualdade da mulher”, declara a vice-presidente da OAB/AC.

Belandi acredita que a mulher advogada a cada dia conquista maiores espaços na Ordem acreana. De acordo com ela, o movimento Mais Mulheres na OAB/AC cresceu muito desde 2015, ano em que começou a ser desenvolvido, o que fortaleceu as eleições e a participação da mulher nos cargos de Direção Seccional. “Isso se chama igualdade de gênero. A cada dia conquistamos mais espaços e buscamos melhorias às advogadas. É um novo tempo para todas nós da Ordem”.

A vice-presidente lembra que a Conferência é um momento de discussão e exposição dos avanços alcançados ao longo dos anos. Para ela, também será um momento para reunir as advogadas brasileiras, trocar experiências e construir pautas conjuntas. Durante o encontro, a conselheira federal Claudia Sabino, que também é secretária-geral da Comissão Nacional da Mulher Advogada, ministrará uma palestra sobre as prerrogativas da mulher advogada no sistema.

Já a presidente da Comissão da Mulher Advogada da Seccional Acre, Isnailda Gondim, conduzirá uma palestra que abordará o tema da violência doméstica. Já Marina Belandi compartilhará a vasta experiência como advogada, mãe, esposa e vice-presidente da Ordem acreana. “Pela primeira vez nós, advogadas acreanas, faremos parte de mesas de debates na Conferência de forma ativa. Embora tenhamos sempre participado das conferências passadas, teremos papel central nesta”, finaliza.

Paulo Santiago/Ascom

Postagem Anterior Próxima Postagem