Declaração do ministro Guedes deflagra reações contra a reforma administrativa


Repúdio

Declaração do ministro Paulo Guedes comparando funcionários públicos a parasitas deflagrou reações de corporações que representam a categoria.


* Além de ações na Justiça, sindicalistas programam campanha contra a reforma administrativa.

Gilmar nega

Ministro Gilmar Mendes, do STF, negou que a Corte queira enviar um recado à sociedade com a tendência de endurecer a legislação penal. A maioria do plenário decidiu na semana passada que a confirmação da condenação em segunda instância deve interromper a contagem do prazo de prescrição – tempo que o estado tem para punir o réu.

* Para Gilmar, esse posicionamento não tem nada a ver com as críticas de que o tribunal é leniente com a impunidade.

Embaixador

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) largou o projeto de ocupar a Embaixada do Brasil em Washington, mas não seus contatos nos Estados Unidos. Ele passará o carnaval na Virgínia, com o escritor Olavo de Carvalho, e vai aproveitar a visita para fazer um giro semelhante ao que fez um grupo de deputados do Partido Novo.

Insistência

Embora acusado por crimes de sedição e terrorismo em seu país, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, que renunciou em novembro passado após um mandato de quase 14 anos, quer, agora, tentar uma cadeira no Congresso.

* Com prisão preventiva decretada, o político, refugiado em Buenos Aires, autorizou o seu advogado a registrá-lo nas eleições de 3 de maio.

Reação

A reação do governo transitório da Bolívia não tardou. O vice-ministro do Interior, Daniel Humérez, alertou que, se Morales “pisar no território boliviano imediatamente será feita sua prisão”

Um milhão de seguidores

Há uma semana, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, criou um perfil no integram e já conta com quase 1 milhão de seguidores. No espaço, ele divide assuntos do trabalho e pessoais.

* Moro só segue três perfis: da mulher, do presidente Jair Bolsonaro e do ministério que comanda.

De volta... por uns dias

A suplente de deputada federal Antônia Lúcia (PSC-AC) deve ocupar por três meses a cadeira da deputada Vanda Milani (Solidariedade-AC), que vai se ausentar do mandato por interesses particulares.

* O período da interinidade ainda não foi definido, mas se sabe que as conversações entre as duas já estão bastante avançadas.

Frase

"Impeachment só porque o ministro Abraham Weintraub não reza na cartilha do todos pela educação? Respeitem o resultado das urnas. Quando ganharem, coloquem o Soros como ministro” – deputada Bia Kicis, (PSL-DF)



Postagem Anterior Próxima Postagem