Onda de violência toma conta do Acre e deixa população apavorada


Foto: Contilnet

Uma onda de violência com características de execução volta a assustar a população de Rio Branco. Em menos de 3 horas, moradores testemunharam as ações das facções que atuam na capital. Sete homens foram mortos na noite deste sábado (18) todos por disparos de armas de fogo.

Os crimes ocorreram na Vila Acre (zona urbana) e nos quilômetros 58 e 100 da Estrada Transacreana, área rural. O primeiro crime aconteceu no Ramal Bom Jesus na região do bairro Vila Acre, no segundo distrito, o jovem Mateus Viera Cardoso, 22 anos, foi executado com dois tiros em via pública.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Mateus e um amigo estavam trafegando numa bicicleta pelo ramal, indo comprar um energético em uma distribuidora, quando dois homens não identificados, membros do Bonde dos 13, se aproximaram em uma motocicleta e a garupa de posse de uma arma de fogo efetuou vários tiros. Mateus foi atingido com dois projeteis, um na cabeça e outro nas costas. O amigo de Mateus conseguiu fugir correndo e entrou em uma área de mata. Após a ação os criminosos fugiram do local.

Já na região da rodovia AC-90, Estrada Transacreana, na área rural de Rio Branco, seis pessoas foram executadas no bar “Dos Anjos” localizado no km 100: João Vitor Gomes de Oliveira, de 16 anos; Rosalvo Barroso de Freitas, de 21 anos; Leonardo de Lima Maia, 32 anos; Wilson Macedo Brito, de 35 anos; Marcos Lázaro Gomes de Almeida, 35 anos e Moisés Andrade da Silva, de 42 anos. No km 58, um homem identificado como Railson Silva de Souza, foi ferido com 3 tiros na cabeça.

Segundo informações da polícia, cerca de 12 homens fortemente armados, membros do Bonde dos 13, se aproximaram em uma caminhonete Hilux de cor branca, desceram do veículo, invadiram o bar “Dos Anjos” e efetuaram vários tiros, vindo a matar as seis pessoas que estavam jogando sinuca e bebendo no estabelecimento. Não satisfeitos, os faccionários seguiram com destino ao Km 58, e invadiram uma residência. Os criminosos renderam Railson que estava com sua família e efetuaram três tiros na cabeça.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros socorros e conduziu Railson ao pronto socorro de Rio Branco. A vítima segue na sala de cirurgia do hospital. Várias viaturas da Polícia Militar e Agentes da Delegacia de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP) isolaram as áreas para os trabalhos dos peritos em criminalística. Várias buscas foram feitas na região da Transacreana em busca de prender os autores dos crimes, mas ninguém foi preso. Todos os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. Com as sete pessoas executadas na noite deste sábado, o número de mortos chega a 30 nos primeiros 18 dias de 2020.

Postagem Anterior Próxima Postagem