Rejeição ao governo Bolsonaro sobe e chega a 38%, mostra Ibope



Pesquisa encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), em parceria com o Ibope, indica que o governo do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 29% da população e reprovado por 38%. Outros 31% acham que o governo é regular; 3% não souberam ou não quiseram responder.
Foram entrevistadas 2.000 pessoas, em 127 municípios, de 5 a 8 de dezembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. Eis a íntegra.
O levantamento indica que o percentual de aprovação do governo oscilou negativamente desde setembro, data da última pesquisa realizada pelo Ibope. Na época, 31% dos entrevistados afirmaram que o governo era bom ou ótimo; 32% disseram que a administração era regular. Outros 34% achavam o governo ruim ou péssimo.
O levantamento também indica que 53% da população desaprova o modo de governar do presidente Jair Bolsonaro. Outros 41% dizem aprovar a maneira de governar do chefe do Executivo. Eis os números:

  • 53% – não aprovam o modo de governar de Bolsonaro;
  • 41% – aprovam o modo de governar de Bolsonaro;
  • 6% – não souberam ou não quiseram responder.

ÁREAS DE GOVERNO

A pesquisa também mediu a percepção da população em áreas de governo. A segurança pública é a mais bem avaliada pela população, sendo aprovada por 50% e desaprovada por 47% dos brasileiros.
Em seguida, aparece a área de educação, aprovada por 45% dos entrevistados. No 3º lugar, está o combate ao desemprego –aprovado por 41% de população.
Eis os números completos: 
Segurança pública 
  • 50% – aprovam; 
  • 47% – reprovam; 
  • 3% – não sabem/não responderam. 
Meio ambiente
  • 40% – aprovam; 
  • 45% – reprovam; 
  • 5% – não sabem/não responderam. 
Saúde 
  • 36% – aprovam; 
  • 60% – reprovam; 
  • 3%  não sabem/não responderam.
Educação 
  • 45% – aprovam; 
  • 51% – reprovam; 
  • 4%  não sabem/não responderam.
Taxa de juros 
  • 31% – aprovam; 
  • 64% – reprovam; 
  • 7%  não sabem/não responderam. 
Combate ao desemprego 
  • 41% – aprovam; 
  • 56% – reprovam; 
  • 3%  não sabem/não responderam. 
Combate à inflação 
  • 40% – aprovam; 
  • 54% – reprovam; 
  • 6%  não sabem/não responderam. 
Combate à fome e à pobreza 
  • 40% – aprovam; 
  • 55% – reprovam; 
  • 5%  não sabem/não responderam. 
Impostos 
  • 30% – aprovam; 
  • 64% – reprovam; 
  • 6%  não sabem/não responderam. 
  • Fonte: Poder 360


Postagem Anterior Próxima Postagem