Rede de Proteção à Mulher chega a Rodrigues Alves

Nenhum comentário

Muitas atividades de combate à violência doméstica foram promovidas não somente na capital, mas também no interior do Estado.

A luta por um melhor sistema de proteção às mulheres vítimas de violência continua intensificada pela Rede de Proteção à Mulher, que é conduzida pela Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC).
Exemplo disso foi a ação de interiorização da rede, que ocorreu no município de Rodrigues Alves, distante 627 km da capital Rio Branco, por ocasião do Primeiro Fórum Municipal de Combate a Violência contra a Mulher. O evento foi promovido na segunda-feira, 2.
A atividade contou com a presença de delegado do município, da ex-primeira dama do Estado, coordenadores de casa de abrigo e de defesa da mulher, além de outros colaboradores que fazem parte da luta de combate à violência doméstica.
No encontro, foram debatidas ações para o incremento do esforço coletivo dos diversos órgãos – governamentais e não-governamentais – que, de alguma maneira, estão envolvidos nessa dinâmica.
A Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJAC tem fortalecido muitas atividades de combate à violência doméstica, não somente na capital, mas também no interior do Estado. Vários municípios formaram redes locais para trabalharem de forma alinhada nas causas de combate a violência contra a mulher.
A responsável pela coordenadoria, desembargadora Eva Evangelista, percorreu os locais mais distantes do estado levando informações tanto aos homens, para entenderam a necessidade do respeito e paz familiar, quanto às mulheres, para a importância de denunciar os casos de agressão.
Dessa forma, as propostas de articulações entre redes institucionais e ações intersetoriais foram fortalecidas, tornando-se formas privilegiadas de políticas públicas voltadas para a temática da violência de gênero

Nenhum comentário

Postar um comentário