Procuradoria da Bolívia emite ordem de prisão contra Evo Morales


A Procuradoria Geral da Bolívia emitiu uma ordem de prisão contra o ex-presidente Evo Morales, acusado de terrorismo, sedição e financiamento de terrorismo.
A decisão foi tornada pública pelo ministro de Governo, Arturo Murillo, um dos principais representantes da administração da presidenta auto-declarada Jeanine Añez e que já havia jurado colocar Morales na prisão.
A ordem de prisão poderá ser executada a qualquer hora e dia, recorrendo-se ou não à força policial.
Evo Morales está vivendo em refúgio na Argentina, depois de ter renunciado à Presidência da Bolívia em meio a crescentes protestos após sua reeleição em uma votação contestada pela oposição e depois de receber um ultimato das forças militares e policiais do país. Fonte: R 7


Postagem Anterior Próxima Postagem