Moro é tratado nos bastidores como candidato a vice-presidente em 2022

Nenhum comentário


Moro vice

Ministro Sérgio Moro, da Justiça, já é tratado nos bastidores políticos  como candidato a vice numa chapa encabeçada pelo presidente Bolsonaro em 2022.

* A vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal, nesse cenário, fica para o atual secretário-geral da Aliança pelo Brasil, Admar Gonzaga.  

Jogos de azar

A legalização e a regulamentação dos jogos de azar são discutidas internamente pelo Executivo. A ideia é liberar cassinos em hotéis e resorts integrados com centros de convenções.

* A pauta vem sendo encampada pela presidência da Embratur que mantém diálogo estreito e direto com o presidente Bolsonaro.

Di Caprio

É impressionante como a imprensa nacional, em sua maioria, se ajusta à imprensa internacional, para macular a imagem do presidente Bolsonaro, como também do país.

* O episódio envolvendo Leonardo Di Caprio é um exemplo.  

Descolou geral

Os dois dias de Congresso do PSB reforçaram a certeza entre os seus filiados de que a polarização só interessa ao PT e ao novo partido de Bolsonaro.

* Por isso, a ordem é não dar palanque ao ex-presidente Lula.

Dinheiro na conta

Os saques de até 500 reais do Fundo de Garantia por tempo de Serviço   serão liberados na próxima sexta-feira, dia 6, para trabalhadores que nasceram nos meses de setembro e outubro. A medida faz parte da flexibilização das regras do FGTS, anunciada pelo governo em julho, com o objetivo de estimular a economia. Todos os trabalhadores que tiverem recursos no Fundo poderão sacar até 500 reais de cada conta, ativa ou inativa.

* O Congresso ampliou o saque para 998 reais para aqueles que tinham até um salário mínimo nas contas – porém, para valer, esse valor precisa ser sancionado pelo presidente Bolsonaro.

Sem dinheiro da anistia

A ex-presidente Dilma Roussef não conseguirá mais dinheiro público. É que seu pedido de indenização por ter sido presa pelo regime militar não avançou na Comissão da Anistia. E nem avançará.

* O Natal de Dilma não será engordado com dinheiro público.

Novos filiados

Sob o comando da senadora Mailza Gomes e o apoio do governador Gladson Cameli, o PP do Acre tem dado um salto significativo  quando se trata de filiações partidárias. Só em Cruzeiro do Sul, neste final de semana, mais de 400 eleitores assinaram ficha de filiação na sigla.

“Em todo o Juruá, conseguimos adesões importantíssimas” – comemorou Mailza.   

Frase

“Consegui um desconto inacreditável na  Black Friday: não comprei nada e economizei 100%” – de um leitor da coluna.

Nenhum comentário

Postar um comentário