Mara Rocha pede a ministra Tereza Cristina mais fiscais do MAPA para agilizar a exportação com Peru e a Bolívia

Nenhum comentário


A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, recebeu, na noite dessa segunda-feira (09/12), representantes do Estado do Acre para tratar sobre a questão da Aftosa no Estado, além da criação da AMACRO, reunião dos recortes territoriais dos estados do Amazonas, Acre e Rondônia, visando um melhor aproveitamento dos potenciais de desenvolvimento dessas unidades federativas.

A reunião contou com a presença do Vice-Governador, Major Rocha, da Deputada Federal Mara Rocha (PSDB/AC), do Senador Marcio Bittar (MDB/AC), do Secretário de Produção e Agronegócios – SEPA, Dr. Edivan Maciel, do Deputado Estadual Luiz Gonzaga e do Superintendente do Incra no Acre, Sr. Sérgio Bayum. 

Na ocasião, a Deputada Federal Mara Rocha encaminhou solicitação à Ministra para aumentar o número de funcionários nos postos de fiscalização fitossanitária do Acre.

“Esta é uma demanda dos produtores acreanos que exportam produtos para a Bolívia e o Peru. Eles estão sendo prejudicados pela falta de profissionais do MAPA para realizar a fiscalização fitossanitária e análise visual da carga, bem como o desembaraço da documentação para a exportação, lembrando que estamos tratando de mercadorias perecíveis, que podem se perder em função da demora na fiscalização”, informou a parlamentar.

A Ministra informou que há uma falta de servidores mas que tentará encontrar uma solução que atenda à demanda dos exportadores do Acre.
Ainda na reunião o Dr. Edivan Maciel tratou sobre as demandas da SEPA para garantir um tratamento adequado à questão da aftosa. Segundo o Secretário, o Governo de Estado do Acre está reformando a infraestrutura básica da Secretaria e solicitou o envio de veterinários do Ministério para auxiliar no trabalho de cumprimento dos protocolos internacionais. 

Sobre o assunto a Ministra garantiu que os Estados do Acre e Rondônia serão atendidos com profissionais que irão garantir o cumprimento das exigências internacionais de controle da aftosa na região norte. 

“Essa ajuda, prometida pela Ministra, nos ajudará a tornar o Acre uma área livre de aftosa sem vacinação. O Governo do Estado está reformando nossas estruturas, estamos conseguindo material e insumos para trabalhar e, com a chegada dos médicos veterinários, nosso Acre estará apto para entrar no mercado de carne”, afirmou o Secretário de Produção e Agronegócios.





Nenhum comentário

Postar um comentário