Liverpool bate Flamengo na final do Mundial

Nenhum comentário


Depois de uma campanha vitoriosa, desta vez não deu. Na decisão do Mundial de Clubes, o Liverpool venceu o Flamengo por 1 a 0, com gol do brasileiro Roberto Firmino, e levou sua primeira taça da competição na história. O Liverpool abriu o jogo com o pé no acelerador e criou boas oportunidades já nos minutos iniciais. Firmino saiu na cara de Diego Alves, mas bateu por cima do gol, mesmo resultado da tentativa de Keita da entrada da área. 
A partir dos 15, o Flamengo começou a se soltar e chegou perto em três investidas de Bruno Henrique, que conseguiu bater seus marcadores com sucesso. Nas duas primeiras, ele pecou no cruzamento, e na terceira, Alexander-Arnold se recuperou a tempo de bloquear o chute.
No fim da etapa inicial, os ingleses voltaram a apertar e reclamaram bastante de um possível pênalti de Rodrigo Caio após cobrança de escanteio na área, mas o árbitro não marcou e o VAR não chamou.
O segundo tempo começou como o primeiro, com o Liverpool partindo para cima. Firmino passou por Rodrigo Caio tranquilamente e acertou a trave, pouco depois Salah pegou de primeira e a bola passou perto. Não demorou para que o Flamengo chegasse também, mas Gabigol mandou uma finalização para fora e teve outra defendida por Alisson.
Após um período de equilíbrio e sem chances de gols para os dois lados, Gabigol tentou de puxeta, mas teve sua finalização defendida tranquilamente por Alisson. O Liverpool chegou a colocar a bola na rede com Salah. No entanto, o lance já tinha sido parado por impedimento do egípicio.
Já aos 40 minutos, os inglese levaram perigo em contra-ataque. Henderson chegou batendo de fora e Diego Alves fez uma excelente defesa. Nos acréscimos, Mané foi lançado nas costas da defesa e chutou para fora, mas foi calçado por Rafinha. Inicialmente, o árbitro marcou pênalti. No entanto, após revisão com auxílio do árbitro de vídeo, a penalidade foi rescindida.
Na prorrogação, o Flamengo teve chance de marcar, mas no contra-ataque, a bola foi lançada para Mané, que limpou a marcação e passou para Firmino, que driblou Diego Alves e empurrou para o gol vazio.

Nenhum comentário

Postar um comentário