Sindmed-AC deverá processar gestor por retirada de gratificação mesmo com a existência de decisão judicial para a garantia de insalubridade

Nenhum comentário


Ao receber documento da gestora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) notificando médicos quanto a retirada do adicional de insalubridade, o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) encaminhou o caso para a banca de advogados que ventila a possibilidade de ajuizar processo contra a administradora para garantir o pagamento dos profissionais de saúde.
O presidente do Sindicato, Murilo Batista, pediu aos associados prejudicados que encaminhem o contracheque para contribuir como elemento de reforço de prova para a ação judicial.
“O Sindmed já garantiu, por meio de processo judicial, o pagamento da insalubridade. Com isso, os gestores podem ser responsabilizados pelo corte irregular de direitos dos médicos”, afirmou o sindicalista.
O representante dos médicos pediu aos demais associados que trabalham em outras unidades que verifiquem os contracheques e que denunciem qualquer retirada de direitos, além de enviar os documentos que possam contribuir com a abertura de processos contra os gerentes.
Os advogados do Sindicato ainda estudam a abertura de processos por assédio moral contra os gestores em casos específicos de cortes das gratificações.    

Nenhum comentário

Postar um comentário