Mara Rocha integra a Frente Parlamentar da Defesa dos Portos do Norte

Nenhum comentário


Na manhã dessa quarta-feira (06/11), a Deputada Federal Mara Rocha (PSDB/AC) participou do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Portos do Norte do Brasil.

A Frente Parlamentar é Coordenada pela Deputada Leda Sadala (Avante/AP) e discutirá dificuldades e alternativas para potencializar os portos da região. Há consenso entre os planejadores de transportes, estudiosos do tema, operadores logísticos e do setor produtivo, que as alternativas de escoamento mais adequadas para a produção do Norte brasileiro são as que conduzem para os portos da região, inclusive os portos secos.
 
“Um dos objetivos da Frente é debater as dificuldades de investimentos e a potencialização dos portos localizados no Arco Norte, o sistema de transportes, em seus vários modos, responsável pelo escoamento de cargas e insumos nos portos ao norte do Brasil”, afirmou a Deputada Leda Sadala,

Mara Rocha fez questão de enfatizar a necessidade de se pensar na alternativa dos portos secos para auxiliar no escoamento da produção do Acre: “O Acre viveu 20 anos de estagnação econômica, graças às péssimas administrações petistas. Agora temos um governo comprometido com o desenvolvimento e quero aproveitar essa Frente Parlamentar para ajudar em soluções que permitam a retomada do nosso desenvolvimento. Irei encaminhar discussões para a implantação do Porto Seco no nosso Estado, que melhorará a logística e permitirá agilidade na importação e exportação de produtos”, afirmou.

O Porto Seco, ou Estação Aduaneira Interior (EADI), é o nome técnico para um terminal de recepção de mercadorias localizado em uma região diferente da fronteira. Nesse local é possível realizar todos os serviços aduaneiros. As cargas vindas de outros países, por exemplo, podem ser recebidas e nacionalizadas. O local também pode armazenar a mercadoria do importador, em regime de suspensão de impostos, e fazer a nacionalização por partes, servindo como ponto de encontro entre ferrovia e rodovia ou para troca de veículos no envio de mercadorias, o que facilita o transporte de produtos.

“O Presidente Bolsonaro tem sinalizado que utilizará recursos do Fundo Soberano da Arábia Saudita para a construção de ferrovia no Acre, permitindo uma saída para o Oceano Pacífico, nesse cenário o Porto Seco torna-se ainda mais importante”, finalizou Mara Rocha.
--
Assessoria



Nenhum comentário

Postar um comentário