Fim da prisão pós-condenação em 2ª Instância: 61,4% dizem que corrupção aumentará

Nenhum comentário

A empresa falou com 2.640 brasileiros em todas as 27 unidades da Federação. Os entrevistados responderam se “o fato do STF ter acabado com a prisão em 2ª instância faria a corrupção aumentar, diminuir ou permanecer como está”.
Para 27,2% dos consultados, a corrupção “permanecerá como está”. O número dos que apostam na queda dos atos ilícitos é de 7,2%. Outros 4,2% não souberam responder.
Os participantes também foram questionados sobre qual a relevância do fim da prisão após condenação em 2ª Instância na própria vida: 51,8% responderam que o fato é muito importante ou importante, já 30,5% consideraram a decisão pouco ou nada importante.


Nenhum comentário

Postar um comentário